Número total de visualizações de página

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O dinheiro

Por vezes, oiço aqueles que julgam ser mais felizes com mais dinheiro, e procuro um sentido inverso no pensamento. Serei do “contra”?

Podia comprar uma casa fantástica, com tudo aquilo que aqueles que não têm imaginam ter, mas… não podia comprar os diálogos e os momentos que a enriquecem. Podia comprar um carro top de gama mas… não podia comprar o gozo de andar a pé, observando p’lo caminho os pequenos nadas. Podia comprar um barco, sem o prazer de navegar, ou uma viagem sem o prazer de viajar. Podia comprar música, muita musica… mas nunca o prazer de senti-la. Podia comprar uma garrafa do melhor tinto mas… nunca o agradável prazer de o degustar com a alma.

Podia comprar livros sem o gosto pela leitura, podia comprar…

Talvez seja por isso, que nesse mundo rico e pobre dos escritores onde o dinheiro nada vale, me sinto igual e diferente.


Dobicodacaneta, 22-11-2010

2 comentários:

Mensagens populares

Ocorreu um erro neste dispositivo